Alt text

162606363 l

Plataformas de transporte de cargas online: um transporte rodoviário mais ecologicamente responsável?

Publicado a 1 de julho de 2023 - 4 minuto(s) de leitura

Há um número crescente de plataformas de intermediação no setor dos transportes de cargas. Embora os modelos comerciais e as especializações possam variar entre a Flexport, a sennder, a Coyote, a Instafreight e a OnTruck.

O que todas estas soluções têm em comum é um novo objetivo principal: o desenvolvimento sustentável. Atualmente, os principais grupos e o público em geral apelam a um modo de transporte rodoviário mais amigo do ambiente. Que papel podem desempenhar estes novos intervenientes na revolução do setor?

Alt text

copie de portrait online freight plateforms

Alexander Emrem, Diretor de Expedição da Trans 55 e Graham Major-Ex, Diretor de Negócios Ecológicos da sennder

 

1. Quando a tecnologia se alia ao setor dos transportes rodoviários

Certamente que já se apercebeu da digitalização progressiva do setor dos transportes rodoviários. Em meados da década de 2010, surgiram na Web bolsas de cargas como a timo, a wtrans.net e a teleroute.com que, pela primeira vez, atuaram como intermediárias digitais entre expedidores e transportadoras.

Mas a verdadeira revolução ocorreu no final da década, quando os novos operadores (sennder, Everroad, OnTruck, etc.) "uberizaram" a atividade europeia.

Estas plataformas de transitários online não só ligam os expedidores, os fornecedores de serviços logísticos e as transportadoras, como também oferecem soluções digitais (software, software como serviço e/ou aplicações) para permitir que este setor muito competitivo otimize os seus desempenhos.

Como resultado, os volumes tratados por estas plataformas (transitário digital, mercado digital, plataforma de concursos, plataformas de visibilidade) triplicaram desde 2019 e espera-se que tratem de uma em cada duas operações de transporte marítimo até 2027.(1)

Neste setor, coexistem quatro tipos de plataformas:

1. Transitários digitais:
● Operam da mesma forma que os transitários tradicionais
● Digitalizam, automatizam e otimizam os processos internos
● São responsáveis pelo transporte

2. Mercados digitais:
● Ligam os expedidores às transportadoras
● Simplificam e automatizam a recolha de ofertas
● Não são responsáveis pelo transporte

3. Plataformas de concursos: facilitam o processo de concurso.

4. Plataformas de visibilidade: fornecem uma visão em tempo real da posição, do estado e da hora de chegada da coluna.

 

Alt text

atypix michelin shooting 44 sans logos 20 web

2. Plataformas que agilizam a transformação do setor dos transportes rodoviários

Uma vez que utilizam dados para otimizar as cargas e os itinerários, estas plataformas oferecem uma garantia de eficácia e visibilidade aos respetivos contactos. Dois argumentos apelativos, do ponto de vista económico e ecológico: a redução dos quilómetros percorridos em vazio reduz as emissões de gases com efeito de estufa.

Algumas plataformas, como a sennder, fizeram da descarbonização do transporte rodoviário o seu principal projeto. Não há dúvidas de que o setor representa mais de 15% da pegada de carbono global. (2)

“Estamos convencidos de que a adoção de melhores práticas ambientais constitui uma verdadeira vantagem competitiva para as transportadoras que pretendem projetar-se no futuro.”

Graham Major-Ex, Diretor de Negócios Ecológicos da sennder

Soluções práticas, incluindo dados, HVO (óleos vegetais tratados com hidrogénio) e mobilidade elétrica

Estas plataformas digitais de transporte de cargas têm muitos pontos fortes, que resultam da recolha e análise de um grande volume de dados (big data):

● Melhor controlo das mercadorias e da sua posição no reboque
● Itinerários otimizados, menos quilómetros em vazio e algum nível de automatização dos processos
● Melhor visibilidade e localização em tempo real da frota
● Documentos digitalizados

Estas plataformas também esperam ajudar o setor a fazer a transição para os biocombustíveis. Mais especificamente, a sennder acredita nos biocombustíveis avançados, incluindo o HVO, que é diretamente compatível com os motores a diesel, sem necessidade de modificações.

A empresa de transportes belga Trans55, que é parceira do transitário digital alemão há três anos, realizou cerca de 1000 "cargas ecológicas" entre os Países Baixos e a França com este biocombustível.

O resultado? Uma redução de 90% das emissões. Mas a sennder também aposta na "mobilidade elétrica", como os construtores europeus de camiões, que se comprometeram a funcionar totalmente a eletricidade até 2040(3).

3. Como o mercado vê essas plataformas?

O setor dos transportes rodoviários é considerado conservador. Quando a sennder apresentou a sua oferta de "transporte ecológico" em 2020, muitas partes interessadas tentaram dissuadi-la.

“As pessoas disseram-nos: «Ninguém quer pagar um cêntimo a mais por transportes ecológicos, nem sequer tentem.» Mas acreditávamos no nosso projeto e decidimos lançá-lo na mesma. E tínhamos razão, porque o crescimento neste segmento disparou. Só em 2022, o volume de cargas ecológicas na nossa plataforma quintuplicou", afirma Graham Major-Ex.

Do lado das transportadoras, estas plataformas são frequentemente preferidas devido ao vasto leque de atividades que permitem.

“Temos muito boas relações com a sennder e apreciamos o facto de a plataforma nos oferecer atribuições de cargas variadas que se adequam à diversidade da nossa frota.”

Alexander Emrem, Director de Expedição da Trans 55


À semelhança de muitos pequenos operadores de frotas na Europa, a Trans 55 está descontente com o facto de o preço dos biocombustíveis e dos veículos elétricos estar a atrasar a transição. Alexander Emrem explica que costuma abastecer os depósitos dos seus veículos com HVO nos Países Baixos, onde o preço deste combustível é muito mais acessível do que na Bélgica.

Mesmo que ainda haja um longo caminho a percorrer, as plataformas digitais de transporte de cargas estão a ajudar a tornar o setor dos transportes rodoviários mais virtuoso do ponto de vista ambiental. Conforme conclui Graham Major-Ex: "Estão disponíveis soluções mais sustentáveis. Na tecnologia, no setor dos transportes, o que importa agora é a implementação, a criação de casos de negócio".

Junte-se à comunidade !

Ao fornecer o meu endereço de e-mail e clicar no botão abaixo, eu concordo com os Termos de utilização e com a Política de Privacidade, forneço a minha assinatura eletrónica e consinto em receber e-mails de marketing automatizados, independentemente de qualquer registo anterior na lista de exclusão de qualquer empresa, estatal ou nacional da Michelin North America, Inc. O consentimento não é uma condição para qualquer compra. Pode optar ativamente por não participar a qualquer momento. Um representante Michelin pode contactá-lo se demonstrar interesse em ser contactado relativamente a uma oferta de serviço ou produto. O Representante pode ser o seu Representante de Vendas da Michelin ou um Distribuidor Autorizado da Michelin na sua área. A Michelin respeita a sua privacidade. As informações que nos enviou estão protegidas pela nossa política de privacidade

É um…
Utilizador final Revendedor de pneus Outro
common.error.invalidField:This field is invalid
20 ou menos More than 20 Não faço a gestão de camiões
common.error.invalidField:This field is invalid

Está a utilizar um Browser não suportado por esta web

Está a utilizar um browser que não é suportado por este website. Isto significa que algumas funcionalidades podem não funcionar como pretendido e podem ocorrer comportamentos estranhos ao navegar neste site.

Utilize ou atualize/instale um dos seguintes browsers para tirar o máximo partido deste website.

Firefox 78+
Edge 18+
Chrome 72+
Safari 12+
Opera 71+