mag3 tnt header copy

Porque estou feliz... como é que os proprietários de frotas podem manter os seus condutores felizes?

Publicado a 17 de outubro de 2021 - 6 minuto(s) de leitura

A condução de camiões é um trabalho difícil que não atrai jovens suficientes para substituir os milhares de condutores que se reformam todos os anos. Falámos com três proprietários de frotas na Polónia e na Roménia, onde esta crise é particularmente grave, sobre como atraem e mantêm os seus condutores.

Ouça o nosso podcast:

Quer se deva a condições de trabalho difíceis, salários baixos, preocupações relacionadas com a segurança ou apenas à imagem que é projetada, a profissão de camionista sofreu ao longo dos últimos anos… Porém, a nossa economia ainda está maioritariamente dependente da mesma. Praticamente todas as mercadorias são transportadas por via rodoviária em algum momento. É essencial encontrar formas de tornar a condução de camiões atrativa novamente!

Para as transportadas terem sucesso ao recrutar jovens camionistas, têm de oferecer regalias e garantias tangíveis, num esforço para melhorar a imagem manchada da profissão.

Levar os condutores para o estrangeiro

A contratação de novos condutores nem sempre é fácil. É uma questão de avançar com elementos muito concretos. “Durante a entrevista inicial, falamos sobre o horário de trabalho, os bónus pela condução ecológica e outros assuntos semelhantes”, afirma Władysław Tworkowski(1), o gestor da Montana, uma transportadora internacional baseada em Przasnysz, na Polónia. “Receber o salário atempadamente, ter fins de semana de folga e ter uma frota com uma boa manutenção são aspetos que as novas contratações têm muito em conta”.

Devido à fraca imagem do setor, as transportadoras têm de trabalhar o dobro na sua reputação. “Os condutores recolhem opiniões na estrada através do boca a boca. Pode anunciar em revistas ou meios de comunicação de comércio, mas, na realidade, são os condutores que atraem outros condutores”, explica Michał Jamka(2), o patrão da Glob Truck em Ostrołęka, também na Polónia. “Se for dito a um condutor que o trabalho é remunerado de forma justa e é bem organizado para que possa passar mais tempo em casa, é isso que realmente interessa.”

Argumentos para os manter felizes

O mesmo se aplica a manter os condutores atuais: é uma questão de oferecer as melhores condições possíveis e em projetar a melhor imagem. “Atualmente, tanto os colegas experientes como os mais jovens têm em alta consideração as condições de trabalho da nossa empresa”, explica com orgulho Dan Adrian Bejușcă(3), o gestor da Volanul de Aur, uma empresa de transportes refrigerados romena. “O nosso horário de trabalho é flexível, os condutores podem tirar dias de folga sempre que precisarem e oferecemos bónus por trabalharem aos sábados e por manterem os camiões limpos.”

Refere que bons relacionamentos e respeito mútuo também são elementos importantes para manter os condutores a longo prazo. Władysław, da empresa Montana na Polónia, acrescenta que camiões limpos também são importantes: “Além dos horários de trabalho, os novos condutores perguntam principalmente acerca das condições dos camiões que irão conduzir, pois é o aspeto mais importante para eles.”

Esses argumentos são especialmente importantes para convencer os jovens condutores a trabalharem para a empresa num contexto em que muitos deles são atraídos pelos salários superiores das empresas da Europa ocidental. “Os jovens condutores aceitam o que as transportadoras polacas podem oferecer, mas estão sempre à procura de melhores condições, o que é compreensível”, afirma Michał Jamka da Glob Truck. “Tentamos reagir a esta situação da melhor forma que conseguimos, mas parece que não há qualquer solução neste momento.”
“A fiabilidade da empresa, assim como a tranquilidade garantida por um bom emprego, a autoestima e as boas condições dos camiões fazem com que os condutores fiquem a longo prazo”, observa Dan Adrian Bejușcă.

Lidar com o fosso de gerações

Além do mais, os proprietários de frotas têm de prestar atenção a outro elemento que pode prejudicar a harmonia nas suas equipas: o fosso que existe entre os condutores jovens e os experientes. A chegada das ferramentas tecnológicas, como o controlo de cruzeiro, os radares de distâncias e as telemáticas, transformaram o mundo da camionagem. E isso pode criar um fosso geracional. “É mais fácil lidar com condutores jovens uma vez que respondem melhor a sugestões de condução ecológica, por exemplo, resultando em poupanças para a empresa”, afirma Władysław. “Os condutores mais velhos pensam sempre que sabem mais. Graças às telemáticas, podemos ver o que os condutores fizeram de errado, quando travaram demasiado a fundo, etc. Os condutores jovens têm uma maior abertura para isso, ao passo que os mais velhos sentem-se ofendidos. Estes últimos afirmam que a experiência é o suficiente e que não necessitam destas ferramentas tecnológicas.”

Dito isto, Dan Adrian Bejușcă, da Roménia, afirma que todas as pessoas têm os seus defeitos e qualidades, independentemente da idade e, pela sua experiência, “existe um elevado nível de interesse tanto dos condutores experientes como dos mais jovens em melhorar as suas competências.” Uma coisa é certa: apesar de todas as adversidades, o mundo da camionagem evoluiu sempre e não vai parar tão cedo.

mag3 tnt title

mag3 tnt photo

mag3 tnt photo

Mantenha-os incentivados

Os camionistas estão constantemente sujeitos a novas regras e práticas. Certifique-se de que têm motivos fortes para as cumprirem, por exemplo, ao atribuir bónus pela condução ecológica ou pela boa manutenção dos seus veículos.

 

Mantenha a tranquilidade

Por vezes, podem surgir conflitos entre os condutores e a administração. Todos os proprietários de frotas com os quais falámos referiram que o respeito e saber ouvir são elementos fundamentais para evitar o agravamento da situação: certifique-se de que se sentem sempre reconhecidos e fale abertamente para que os mal-entendidos não se agravem.

 

Mantenha-os seguros

A pandemia da COVID-19 coloca os camionistas em particular risco de exposição. Implemente todas as medidas necessárias para manter os camionistas em segurança e utilize todas as ferramentas tecnológicas que os ajudem a conduzir com a maior segurança possível.

Mantenha-os incentivados

Os camionistas estão constantemente sujeitos a novas regras e práticas. Certifique-se de que têm motivos fortes para as cumprirem, por exemplo, ao atribuir bónus pela condução ecológica ou pela boa manutenção dos seus veículos.

 

Mantenha a tranquilidade

Por vezes, podem surgir conflitos entre os condutores e a administração. Todos os proprietários de frotas com os quais falámos referiram que o respeito e saber ouvir são elementos fundamentais para evitar o agravamento da situação: certifique-se de que se sentem sempre reconhecidos e fale abertamente para que os mal-entendidos não se agravem.

 

Mantenha-os seguros

A pandemia da COVID-19 coloca os camionistas em particular risco de exposição. Implemente todas as medidas necessárias para manter os camionistas em segurança e utilize todas as ferramentas tecnológicas que os ajudem a conduzir com a maior segurança possível.

Junte-se à comunidade !

Ao fornecer o meu endereço de e-mail e clicar no botão abaixo, eu concordo com os Termos de utilização e com a Política de Privacidade, forneço a minha assinatura eletrónica e consinto em receber e-mails de marketing automatizados, independentemente de qualquer registo anterior na lista de exclusão de qualquer empresa, estatal ou nacional da Michelin North America, Inc. O consentimento não é uma condição para qualquer compra. Pode optar ativamente por não participar a qualquer momento. Um representante Michelin pode contactá-lo se demonstrar interesse em ser contactado relativamente a uma oferta de serviço ou produto. O Representante pode ser o seu Representante de Vendas da Michelin ou um Distribuidor Autorizado da Michelin na sua área. A Michelin respeita a sua privacidade. As informações que nos enviou estão protegidas pela nossa política de privacidade.

_ *
É um…
  • Utilizador final
  • Revendedor de pneus
  • Outro
Tamanho da frota *
  • 20 ou menos
  • More than 20
  • Não faço a gestão de camiões

Está a utilizar um Browser não suportado por esta web

Está a utilizar um browser que não é suportado por este website. Isto significa que algumas funcionalidades podem não funcionar como pretendido e podem ocorrer comportamentos estranhos ao navegar neste site.

Utilize ou atualize/instale um dos seguintes browsers para tirar o máximo partido deste website.

Firefox 78+
Edge 18+
Chrome 72+
Safari 12+
Opera 71+