wave5 training header

Formação para motoristas: a chave para a eficiência!

Publicado a 29 de setembro de 2022 - 5 minuto(s) de leitura

A formação profissional é um desafio estratégico para os proprietários de frotas. Por que razão é tão importante fornecer formação regular aos motoristas para aumentar a eficiência? Que formação (para além das obrigações legais) deve fornecer e quando?
Fomos até ao sudoeste de França para nos encontrarmos com o gestor de operações Patrick Ambal e o motorista Alexandre Frouillou.
Patrick e Alexandre trabalham para a Tout pour le fruit, uma empresa de transportes sediada no animado Mercado de Interesse Nacional — um mercado grossista em Montauban. Fundada em 1987 por Pierre Bournet, a empresa tem, atualmente, 40 funcionários, na sua maioria camionistas.

Ouça o podcast:

wave5 training portraits

Patrick Ambal, Gestor de Operações da Tout pour le fruit et Alexandre Frouillou, camionista da Tout pour le fruit

"Chamo-me Patrick Ambal e tenho 57 anos. Entrei no ramo dos transportes um pouco por acaso através do ramo da construção. Depois de servir no corpo de engenharia do exército francês até 2000, passei cerca de 15 anos a gerir o meu próprio negócio de escavação a vácuo, em que tinha 3 funcionários.
Em 2016 juntei-me à Tout pour le fruit como camionista nacional de longa distância."

Em março de 2021, depois de um colega ter saído da empresa, Patrick tornou-se o gestor de operações das 3 instalações da empresa. "Coordeno um total de 34 motoristas. A nossa frota conta com 10 camiões de estrutura rígida, 15 tratores e cerca de 20 reboques," explica Patrick.

"Quanto maior for a formação dos motoristas, maior será a sua tranquilidade e prazer ao realizarem o seu trabalho. O conhecimento elimina potenciais fontes de stress e ansiedade."

Patrick Ambal, Gestor de Operações da Tout pour le fruit


wave5 training img2

Quando lhe perguntámos sobre a importância da formação, a sua resposta foi imediata: "Quanto maior for a formação dos motoristas, maior será a sua tranquilidade e prazer ao realizarem o seu trabalho. O conhecimento elimina potenciais fontes de stress e ansiedade. Quando se combina a teoria e a prática, é possível encontrar soluções para os problemas mais rapidamente."

Patrick acredita que a principal prioridade dos motoristas deve ser a concentração na condução, sem a distração de eventuais problemas técnicos que eles não podem resolver. "Já andei com os motoristas e costumava ser esse ser o meu trabalho. Compreendo perfeitamente a vida diária dos motoristas."

Quando a Michelin lhe ofereceu um pequeno módulo de formação sobre melhores verificações aos pneus, aproveitou a oportunidade.

Há três anos, em julho de 2019, todos os motoristas da Tout pour le fruit fizeram turnos para concluir a formação de meio dia da Michelin sobre pneus.

"É pouco vulgar fornecer formação aos motoristas não exigida por lei," diz Edouard Fadel, formador de clientes BtoB da Michelin, que forneceu a formação na Tout pour le fruit. "Pierre Bournet, o proprietário da empresa, reparou que os seus motoristas nem sempre verificavam os veículos. Queria proporcionar-lhes as competências necessárias para lidarem com a manutenção dos camiões que conduzem, especialmente a dos pneus. Isso evita perder tempo devido a uma avaria na sua rota de entrega."

Alexandre Frouillou, 31 anos, camionista da Tout pour le fruit desde 2017, lembra-se bem da formação.

"Aprendi muito durante a formação. Também fez com que me lembrasse de muitas coisas práticas que aprendi na minha profissão original de mecânico."

Alexandre, que tem um diploma profissional em mecânica automóvel do ensino secundário, passou algum tempo a trabalhar numa oficina antes de mudar de profissão para se tornar camionista.

"Na oficina, por vezes, trocava os pneus dos camiões. É um procedimento básico, mas certamente eu não era nenhum especialista. Não fazia ideia de procedimentos como a recauchutagem ou a reescultura. Não sabia quando era necessário mudar ou rodar os pneus."

Edouard Fadel explica: "A reescultura pode proporcionar um adicional de 25% em termos de quilometragem e até 2 litros de poupança em combustível por cada 100 km comparativamente com um conjunto completo (trator + semirreboque) de pneus novos. Também aumenta a aderência em 10% em comparação com um pneu em fim de vida útil que não é reesculturado."

wave 5 edouard fadel

Edouard Fadel, formador de clientes BtoB da Michelin

Após a formação, Patrick designou Alexandre como o gestor de pneus da instalação de Montauban.

"Como gestor de pneus, sou responsável pelo inventário de pneus. Verifico os pneus a cada 2 semanas. Quando os motoristas precisam de aconselhamento, dou-lhes uma opinião inicial, se possível. E tenho ajuda do especialista em pneus da oficina quando necessário," explica Alexandre.

"O Alex é um motorista consciente que é obcecado pela mecânica. Tem ânsia de aprender e de receber formação. Aprecio muito isso. A paixão é essencial neste trabalho," diz Patrick.

Afirma: "Alguns motoristas são muito proativos e motivados, enquanto que outros acham que a formação é inútil ou até mesmo uma perda de tempo. E não tem nada a ver com a idade ou o nível de experiência."

"Não peço, necessariamente, uma formação específica, mas se alguém a oferece, estou sempre disposto a fazê-la. Gosto de aprender coisas novas com regularidade."

Alexandre Frouillou, camionista da Tout pour le fruit

"Não peço, necessariamente, uma formação específica, mas se alguém a oferece, estou sempre disposto a fazê-la. Gosto de aprender coisas novas com regularidade," diz Alexandre, que concluiu recentemente a sua segunda ronda de formação obrigatória em fevereiro deste ano.


Como o nome indica, essa formação é obrigatória. Todos os camionistas franceses ativos têm de a realizar de 5 em 5 anos.

Tem uma duração de 35 horas e pode ser feita durante 5 dias consecutivos ou dividida em 3 mais 2 dias.

O objetivo: atualizar os conhecimentos dos camionistas sobre veículos de transporte de mercadorias com mais de 3,5 toneladas.

"Acho a formação sobre camiões interessante. Com os camiões modernos, que estão repletos de eletrónica e tecnologias, não é possível perceber o seu funcionamento se ninguém o explicar. Precisamos de um mínimo de apoio para aprender a usá-los. Implica tempo no início, mas poupa tempo na estrada," diz Alexandre.

Patrick concorda: "Em breve vou organizar uma formação sobre como usar os novos tacógrafos digitais. Muitos motoristas acham que são stressantes e não quero que as minhas equipas sintam isso."

Desde 2006, os tacógrafos digitais substituíram os antigos dispositivos de disco de papel utilizados em veículos com mais de 3,5 toneladas na Europa. A principal função é registar os dados do motorista. Por outras palavras, são registos do motorista.

Os mapas tacográficos são utilizados por um milhão de empresas de transporte e mais de seis milhões de motoristas profissionais em toda a Europa (2).

wave5 training img3

Para além da formação, Patrick realça a importância da mentoria na empresa para apoiar os novos motoristas:

"A mentoria é fundamental. Significa orientar os novos motoristas, quer sejam funcionários interinos ou com contratos permanentes. Faz parte do nosso programa de formação. Graças aos mentores que transmitem os seus conhecimentos, nós aumentamos a nossa eficiência futura. Estabeleci a mentoria (um novo funcionário e um funcionário mais velho) por setor: regional ou nacional. A mentoria dura no máximo 2 a 3 meses. Sinceramente, alguns aprendem rápido, enquanto que outros nem por isso..." observa Patrick.

Uma última pergunta, mas não menos importante: quando é que pode agendar uma formação de uma forma que não perturbe demasiado o trabalho dos motoristas?

Patrick responde: "Como sucede muitas vezes na nossa linha de trabalho, é tudo uma questão de planeamento antecipado. Se planear com antecedência, isso não perturbará muito o fluxo de trabalho. Mas sessões breves, de um dia ou, inclusive, de meio dia são, claramente, as mais adequadas e muito apreciadas na nossa atividade!"

quotation right white

IDEIAS A SEGUIR

1- Pergunte regularmente aos motoristas acerca dos problemas com que se deparam no trabalho para lhes poder oferecer a formação adequada. Tal como o Alexandre, eles irão estar interessados se lhes apresentar sugestões proativamente.

2- Não hesite em pedir aos seus fornecedores de equipamento cursos de formação de curta duração. Eles estão disponíveis para o ouvir e o ajudar quanto à utilização dos seus produtos e serviços da melhor forma.

3- Considere usar a mentoria para ajudar a integrar novos motoristas. É um incrível recurso de formação interna e um grande impulsionador da produtividade!



FONTE

(1) Estudo da empresa britânica Transport Intelligence (TI) publicado em 2021
(2) https://www.thalesgroup.com/fr

Entrevista com Patrick Ambal a 4 de abril de 2022.
Entrevista com Alexandre Frouillou a 5 de abril de 2022.

Junte-se à comunidade !

Ao fornecer o meu endereço de e-mail e clicar no botão abaixo, eu concordo com os Termos de utilização e com a Política de Privacidade, forneço a minha assinatura eletrónica e consinto em receber e-mails de marketing automatizados, independentemente de qualquer registo anterior na lista de exclusão de qualquer empresa, estatal ou nacional da Michelin North America, Inc. O consentimento não é uma condição para qualquer compra. Pode optar ativamente por não participar a qualquer momento. Um representante Michelin pode contactá-lo se demonstrar interesse em ser contactado relativamente a uma oferta de serviço ou produto. O Representante pode ser o seu Representante de Vendas da Michelin ou um Distribuidor Autorizado da Michelin na sua área. A Michelin respeita a sua privacidade. As informações que nos enviou estão protegidas pela nossa política de privacidade.

_ *
É um…
  • Utilizador final
  • Revendedor de pneus
  • Outro
Tamanho da frota *
  • 20 ou menos
  • More than 20
  • Não faço a gestão de camiões

Está a utilizar um Browser não suportado por esta web

Está a utilizar um browser que não é suportado por este website. Isto significa que algumas funcionalidades podem não funcionar como pretendido e podem ocorrer comportamentos estranhos ao navegar neste site.

Utilize ou atualize/instale um dos seguintes browsers para tirar o máximo partido deste website.

Firefox 78+
Edge 18+
Chrome 72+
Safari 12+
Opera 71+