Regulamentos em Portugal

Montar pneus novos em camiões e autocarros

A Michelin recomenda a montagem de pneus com um padrão de piso idêntico no mesmo eixo. Se tal não for possível, a Michelin aconselha-o a utilizar pneus duplos do mesmo tipo.
A legislação portuguesa recomenda que os pneus montados no mesmo eixo sejam da mesma dimensão e piso. Assim, pode instalar pneus com esculturas de piso diferentes se:

  • forem feitos pelo mesmo fabricante,
  • forem do mesmo tamanho,
  • tiverem a mesma construção (radial ou diagonal),
  • pertencerem à mesma categoria de uso (pneus de estrada, pneus especiais, neve com marcações M+S),
  • tiverem o mesmo número de homologação,
  • tiverem índices de capacidade de carga idênticos, e
  • tiverem o mesmo índice de velocidade.


Consulte os regulamentos em cada país para verificar adaptações específicas.

 

Montar pneus reesculturados

O regulamento permite a montagem de pneus reesculturados em todos os eixos de veículos comerciais, incluindo para o transporte de passageiros ou materiais perigosos, desde que sejam cumpridos outros determinados critérios quanto à dimensão do pneu e ao piso e método de reesculturado.

Picto technical tyre mounting picto Tyre

 

Montar pneus recauchutados

Os pneus MICHELIN Remix foram concebidos e fabricados para serem usados em eixos motores e eixos portadores.
Recomendamos que não instale pneus MICHELIN Remix no primeiro eixo direcional de veículos a motor, incluindo os de escultura de piso Z.
É possível montar pneus MICHELIN Remix no segundo eixo dianteiro de um camião rígido 8 x 4.

Montagem uniforme num eixo equipado apenas com pneus recauchutados

As seguintes características técnicas dos pneus recauchutados devem ser as mesmas:

  • marca de recauchutador,
  • tamanho do pneu,
  • estrutura do pneu,
  • índices de velocidade e de carga, e
  • categoria de uso dos pneus.

É PROIBIDO montar pneus recauchutados de diferentes recauchutadores no mesmo eixo, independentemente da marca da carcaça.

É PERMITIDO montar pneus recauchutados do mesmo recauchutador, independentemente da marca da carcaça.

PT esquemamontagem

Montagem mista (novo – recauchutado) no eixo 

A montagem MISTA de pneus aprovados, no mesmo eixo, só é possível se:
O recauchutador e as novas marcas são iguais.
As marcas da carcaça são iguais (novos e recauchutados).
As seguintes características técnicas dos pneus recauchutados e dos novos montados no mesmo eixo devem ser as mesmas:

  • marca de carcaça e recauchutador,
  • tamanho do pneu,
  • estrutura (radial ou diagonal),
  • índices de velocidade e de carga, e
  • categoria de uso dos pneus (estrada, todo-o-terreno, neve - marcação M+S)

PT recomendado nãorecomendado

Profundidades da escultura de piso no mesmo eixo

A diferença entre as profundidades das ranhuras principais de dois pneus montados no mesmo eixo não deve exceder 5 mm.

Vida útil do produto

Os pneus são feitos de vários tipos de material e componentes, cujas propriedades se alteram ao longo do tempo. Esta alteração depende das condições de armazenamento (temperatura, níveis de humidade, posição, etc.) e das condições de uso (carga, velocidade, pressão de enchimento, estado das rodas, etc.) a que os pneus são expostos.
Os fatores de envelhecimento são variáveis e difíceis de medir, pelo que a Michelin recomenda que, a par das verificações regulares do utilizador, os pneus sejam inspecionados regularmente por profissionais qualificados que possam avaliar a sua adequação para uso continuado.
Essa inspeção deve ser realizada pelo menos uma vez por ano, a partir do 5.º ano desde o início de uso de um pneu ou 8 anos após a sua data de fabrico.
Passada uma destas datas, a par das verificações regulares visuais e da pressão de enchimento, recomenda-se que esta inspeção anual seja realizada por um especialista em pneus.
Recomenda-se que os pneus com idade igual ou superior a 10 anos não sejam usados nos eixos direcionais de camiões e autocarros.
Recomenda-se a sua utilização em eixos portadores.

O incumprimento destas recomendações pode provocar uma deterioração no desempenho do seu veículo, problemas de manobrabilidade e/ou avarias nos pneus que podem comprometer a segurança do utilizador e de terceiros. A Michelin não será, em quaisquer circunstâncias, responsável por danos que ocorram na sequência e/ou durante uma utilização que não cumpra as suas diretrizes.

Desgaste dos pneus

As ranhuras do padrão do piso devem ter uma profundidade de, pelo menos, 1,0 mm ao longo de uma banda contínua de, pelo menos, 3/4 da largura do piso e à volta de toda a circunferência. De acordo com a legislação do Reino Unido:

  • além da disposição acima relativa à profundidade do piso ao longo de, pelo menos, 3/4 da largura do piso, o padrão do piso original deve ser visível no restante 1/4;
  • não deve ser visível tecido na superfície nem no fundo dos padrões de piso;
  • não deve haver rasgos profundos nas paredes laterais dos pneus.

Se o limite de desgaste legal ou técnico for atingido, o pneu deve ser desmontado e substituído. Deve consultar-se um profissional em caso de desgaste anormal ou se existir uma diferença nas taxas de desgaste entre pneus do mesmo eixo.

PT restriçõespaíses

Reparação de pneus

Durante a sua vida, um pneu é submetido a uma série de tensões e esforços e pode ser danificado de várias formas.
É perigoso ignorar os danos nos pneus. Pela sua conceção, os pneus MICHELIN podem, em algumas circunstâncias, ser reparados.

No entanto, nem todos os tipos de danos podem ser reparados. A reparação de um pneu é uma tarefa para profissionais qualificados e formados.
O reparador de pneus tem sempre exclusiva responsabilidade pela precisão e qualidade da reparação do pneu. Antes de serem reparados, os pneus devem ser sempre desmontados e cuidadosamente inspecionados por dentro e por fora, pelo profissional.

Marcações de inverno

Logo badge 3pmsf full Help and Advice


3PMSF - 3 peaks mountain snowflake

Este símbolo encontra-se nos pneus de inverno especialmente concebidos para garantir aderência e mobilidade suficientes para conduzir em condições de inverno.
Esta marcação é atribuída com base num teste regulamentar (UNECE R117) que mede a tração de aceleração em neve dura de todos os pneus novos para camiões. Apenas os pneus que passem neste teste podem agora ser incluídos nesta categoria e a marcação é visível na parede lateral do pneu.
Todos os pneus com a marcação 3PMSF também têm a marcação M+S.

Logo badge m s full Help and Advice


M+S – Lama e Neve (Mud & Snow)

A marcação M+S não está sujeita a um teste de desempenho regulamentar e é, em vez disso, declarada pelo fabricante.
Atualmente, apenas a marcação M+S é universalmente reconhecida como identificadora de pneus para uso no inverno (UNECE R54 e R117).

Para garantir que os pneus são mais adequados ao uso que lhes prevê, recomendamos que verifique sistematicamente as marcações M+S e/ou 3PMSF nas paredes laterais, mas também os nossos documentos e o nosso website.

Está a utilizar um Browser não suportado por esta web

Está a utilizar um browser que não é suportado por este website. Isto significa que algumas funcionalidades podem não funcionar como pretendido e podem ocorrer comportamentos estranhos ao navegar neste site.

Utilize ou atualize/instale um dos seguintes browsers para tirar o máximo partido deste website.

Firefox 78+
Edge 18+
Chrome 72+
Safari 12+
Opera 71+